Date: 13 Jul 2017

Gradual. Uma palavra apenas foi quanto bastou para que Wall Street tivesse navegado ontem por águas francamente optimistas, que permitiram ao Dow Jones estabelecer um novo máximo de fecho e ao Nasdaq uma valorização de 1,1%, a maior do dia entre os principais índices. Nomeadamente foi assim que Janet Yellen se referiu ao futuro do movimento de subida das taxas de juro nos EUA, mas também relativamente à redução do balanço de $4,5 triliões alcançado com os sucessivos programas de estímulos. O ritmo ponderado veio acalmar os investidores que nas últimas semanas criaram a expectativa que diversos bancos centrais, incluindo o FED, estariam a adoptar uma posição mais restritiva. Assim não sendo os beneficiários foram os sectores mais sensíveis a juros mais elevados, como o sector imobiliário, que avançou 1,30% para a segunda melhor performance da sessão, logo a seguir à tecnologia, que amealhou 1,31% de ganho.

Por outro lado, o sector bancário que é favorecido por um ambiente de juros mais altos e que esteve nas últimas duas semanas sob a protecção dos Bulls, foi ontem, como seria de esperar o mais prejudicando, sendo que ainda assim conseguiu evitar o vermelho com uma subida marginal de 0.11%. No campo económico o Beige Book não veio alterar a onda de optimismo ao indicar que a economia norte-americana cresceu a um ritmo “slight to moderate” nas últimas semanas. No Forex e sem surpresas, a perspectiva de uma subida mais lenta dos juros afectou a moeda norte-americana, que recuou 0.4% contra um cabaz de outras moedas principais, cedendo bastante mais contra o Dólar canadiano, -1,4% para os $1.27356 e contra o Yen, -0.7% para os 113.14.

Para sexta-feira é esperada a divulgação dos earnings de três grandes bancos, JPMorgan, Wells Fargo e Citigroup, o que irá certamente fazer mexer o sector e o mercado caso os números sejam muito diferentes dos antecipados pelos analistas.

O gráfico de hoje é do EUR/USD, o time-frame é Diário

EURUSDDaily13717

Vai ser bastante relevante aferir como irá o principal par de moedas reagir nos próximos dias, tendo em conta que está em cima de uma forte linha de resistência (vermelha) ao mesmo tempo que pode formar um padrão de duplo topo

Marco Silva