Date: 28 Jun 2019

Hoje é o primeiro dia da reunião do G20, onde amanhã se espera que ocorra a mais aguardada reunião dos últimos meses, entre os presidentes das duas maiores economias do mundo, com vista a tentar resolver ou pelo menos amenizar o conflito comercial existente, que ameaça empurrar a economia global para uma recessão. Logo à partida o cenário não promete, isto porque além da retórica de ataque preconizada por Trump nas ultimas semanas e do pouco optimismo revelado esta semana, para além das declarações pouco credíveis do secretário do tesouro norte-americano, foi a vez de Xi Jinping ter ripostado ao, de novo, acusar os EUA de bullying, o que na prática é estar a acusar Trump.

A incerteza é total, seja no desfecho da reunião, como na reacção do mercado na segunda-feira, sendo contudo muito provável que a volatilidade esteja em alta, talvez a última vez, antes dos investidores partirem para férias, visto que Julho está à porta e que a próxima reunião do FED será apenas no final do próximo mês.

O gráfico de hoje é da Apple, o time-frame é diário

O gráfico da Apple demonstra a importância dos padrões de inversão na antecipação de movimentos significativos no preço dos activos, neste caso dois duplos topos (laranjas) e um duplo fundo (verde)

Marco Silva