Date: 31 Mai 2018

Depois de uma sessão em que quase todas as notícias foram negativas, ontem o dia foi mais pacifico com a possibilidade de em Itália haver um acordo de governo sem necessidade de eleições antecipadas a ser o principal catalisador dos ganhos, e nem os dados económicos relativos ao emprego privado que saíram abaixo das previsões foram suficientes para retirar brilho aos indices norte-americanos, que tiveram ganhos entre os 0,89% do Nasdaq e os 1.27% do S&P500. No entanto a estrela do dia voltou a ser o Russell 2000, de novo o índice denominado das small caps esteve mais forte que os principais indices de Wall Street, o que se deve em parte à valorização do U.S dólar, que dá às pequenas e médias empresas maior poder de compra na importação de produtos, ao passo que as big caps, que são geralmente mais viradas para a exportação, saem prejudicadas com a valorização da moeda norte-americana pois perdem alguma competitividade em relação à competição externa.

As energéticas lideraram nas valorizações com uma subida de 3.11% a beneficiar do ganho de 2,5% no preço do WTI crude para os $68.39 por barril. Logo depois estiveram as financeiras, que recuperaram do trambolhão do dia anterior com a subida dos juros das obrigações soberanas a aliviarem o sentimento no sector. O U.S dólar cedeu -0.6% contra um cabaz de outras moedas principais numa sessão onde o Euro recuperou 1% para os $1.1660, sendo certo que o movimento de ontem rapidamente se esfumará se a situação em Itália voltar a deslizar para novas eleições. A lira turca continua com variações acentuadas e ontem adicionou 1,7% ao seu valor para os 4.4721. Apesar do dia positivo realço o facto do Yen ter perdido apenas -0.1% enquanto que o preço do Ouro subiu 0,3%, ou seja não existiu um despachar dos activos refúgio adquiridos na terça-feira, mas sim uma perspectiva de esperar para ver, até porque amanhã é dia de non-farm payrolls.

O gráfico de hoje é do DAX30, o time-frame é diário

O índice alemão quebrou em baixa o canal ascendente em que se encontrava (azul), será agora importante estar atento ao teste da linha de quebra (inferior), do canal, pois geralmente é um local de entrada short

Marco Silva