Date: 01 Mar 2019

 

A história da sessão de quinta-feira pouco ou nada acrescentou de novo ao relato das que lhe antecederam, isto porque não restam grandes dúvidas de que após um forte rebound iniciado logo a seguir ao dia de Natal os índices norte-americanos colocaram-se muito perto dos máximos históricos, e que para os quebrar será necessário um catalisador bem mais forte e concreto do que falsas promessas ou declarações optimistas mas inconclusivas, tal como as proferidas ontem pelo conselheiro económico de Trump, Larry Kudlow, que adjectivou de “fantástico”, o progresso que está a ser feito nas negociações e de que será um “acordo histórico e notável”. Já o secretário do Tesouro norte-americano foi um pouco mais realista ao afirmar que “foram feitos bastantes progressos, mas um acordo ainda não foi alcançado”.

 

Isto depois do negociador chefe dos EUA ter deixado poucas dúvidas quanto aos poucos desenvolvimentos concretos que foram alcançados e antes de Trump ter avisado de que poderia abandonar as negociações ou mesmo um acordo alcançado, se o mesmo não resultar, visto que mesmo que se chegue a um consenso a sua implementação será de difícil monitorização. Ao nível económico os dados sobre o PIB dos EUA no 4º trimestre de 2018 aliviaram um pouco o receio de uma travagem mais brusca da maior economia do mundo, visto que embora não crescendo ao ritmo anual de 3% como previsto anteriormente, na última parte de 2018, a economia dos EUA cresceu 2,6%, bem acima dos 2,2% antecipados.

 

A notícia do fim antecipado da cimeira entre Trump e o Chairman Kim Jong Un, devido às exigências do segundo na desnuclearização dos EUA, para que o seu país também o fizesse, não ajudou a que o optimismo tivesse muito espaço para progredir na sessão, até porque é muito recente as escaramuças entre as potências nucleares, Paquistão e Índia, que exaltaram os ânimos na região asiática.

 

No Forex a Libra inglesa recuou pela primeira vez em cinco sessões com uma desvalorização de 0,4% para os $1.3262, num dia em que tanto o U.S dólar como a moeda única terminaram praticamente inalteradas.

 

O gráfico de hoje é da GALP, o time-frame é Semanal

Os títulos da petrolífera portuguesa estão dentro de um padrão de duplo fundo com uma divergência no stochastic (linhas amarelas)

 

Marco Silva

 

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades PLC (“AT”). As informações não contêm um registro dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma negociação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade dessas informações. Qualquer material fornecido, não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável do desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução. Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por conta própria e risco.