Date: 02 Jul 2020

Com o S&P500 a registar uma recuperação de quase 40% desde os mínimos de Março e depois de um trimestre fabuloso que empurrou os índices norte-americanos para perto de máximos históricos, os investidores abriram a segunda metade com ano sem grande convicção relativamente ao sentido a dar a Wall Street. O dia começou algo cinzento, com o aumento do número de casos em várias zonas dos EUA, como o Arizona, a condicionar o sentimento, contudo uma melhoria dos dados do ISM e a promessa de uma vacina contra o COVID ajudaram a dissipar o vermelho, mas sem grandes euforias, com as tecnológicas de novo mais fortes enquanto que as small caps teimam em não conseguir sacudir as perdas que ascendem a quase -0.9%.

O facto da atividade manufatureira na maior economia do mundo ter regressado ao campo do crescimento com 52.6 no ISM, versus os 43.1 no mês de Março, foi um impulso importante para o optimismo, tal como a indicação dada pela Pfizer de que o seu medicamento em conjunto com BioNtech consegue despoletar os pacientes a criarem anticorpos contra o COVID. Ao nível dos sectores as energéticas corrigem -1.88% e lideram nas perdas enquanto que do lado das valorizações existe uma clara preferências por activos refúgio, com as imobiliárias a ganharem 2% ao passo que as utilities amelham 1.94%, as duas maiores subidas entre os onze setores do principal acionista.

Será interessante estar atento a esta particularidade, por vezes antecipa a materialização de um dia ou outro de quedas no mercado, ainda que o Ouro, também um activo procurado pela sua segurança, está a ceder -1% para os $1,780 por onça.

O gráfico de hoje é do Nasdaq, o time-frame é de 1 hora.

O índice tecnológico está dentro de um canal ascendente de curto-prazo que para já não antecipa um movimento de correcção.

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.

Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco