Análises de Mercado

Tecnológicas tentam sacudir a pressão em final de semana

Depois de mais um dia de queda acentuada para o Nasdaq, derivada da rotação de capital entre sector tecnológico e as empresas da economia tradicional, o sentimento está hoje menos sombrio para o sector que engloba as empresas com avaliações mais puxadas, mas igualmente com perspectivas de crescimento acima da média para os próximos anos, ou seja continua o carrossel que já referi anteriormente de dias de correcção alternados por sessões de reposição de risco, acabando por gerar uma escadaria de movimentos erráticos mas que na sua soma resultam na continuação do avanço das small caps e do Dow Jones, em relação aos restantes índices, com o índice industrial a negociar praticamente inalterado na semana, enquanto que os dois parceiros de Wall Street cedem aproximadamente -0.5%.

Esta oscilação de preços nas acções está directamente correlacionada com a variação das yields das obrigações soberanas dos EUA, sendo que o ligeiro alívio no custo do dinheiro está a permitir ao Nasdaq o rebound, num dia que é de volatilidade acrescida devido ao denominado “quadruple witching”, ou seja quando se atinge a maturidade de quatro tipos de activos, o que provoca igualmente um pico de volume na última hora de negociação. No mercado cambial o U.S dólar segue com um ascendente mínimo face a um cabaz de outras moedas principais, no entanto há que destacar a queda de -0.4% na libra inglesa para os $1.3871, empurrando a moeda de sua majestade para o mínimo da última semana, um dia depois do Banco de Inglaterra ter colocado água na ideia de uma subida dos juros no curto-médio prazo.

Nas matérias-primas é dia de recuperação para o preço do crude que ganha 1,9% para os $61.12 por barril no WTI, o primeiro sinal verde desde a semana passada.

As perspectivas para a próxima semana são de uma continuação do status quo actual, ou seja tecnológicas a navegar em contraciclo das yields, enquanto que as financeiras, industriais e em parte as small caps continuaram a beneficiar da saída de capital do Nasdaq, um movimento que se poderá manter pelo menos até aos non-farm payrolls relativos a Março, quando os investidores terão uma noção mais concreta da força do mercado laboral, peça essencial para a política monetária do FED.

O gráfico de hoje é do S&P500, o time-frame é de 4 horas

O principal índice accionista está dentro de um canal ascendente alargado que poderá definir os limites de negociação na próxima semana.

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.
Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades (“AT”). As informações não contêm um registro dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.
Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.
Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco.