Date: 08 Mai 2020

Se há cerca de um mês alguém dissesse que um qualquer índice norte-americano estaria hoje ao mesmo nível que começou o ano, certamente que seria encarado como extremamente optimista, para não dizer irrealista, dado a intensidade da correcção que assolou Wall Street, bem como das incertezas quanto ao futuro da Economia dos EUA no curto-médio prazo. No entanto a realidade, por muito inverosímil que possa parecer, é que na quinta-feira o tecnológico Nasdaq Compósito terminou mesmo acima do nível de fecho de 2019, isto num dia em que se soube que mais 3,2 milhões de norte-americanos pediram subsídio de desemprego na última semana, elevando o número de desempregados para os 33,3 milhões, ou cerca de 20% da força de trabalho dos EUA.

Para além disso nos dados do ADP Research Institute indicaram uma perda de 20,2 milhões de postos de trabalho no sector privado em Abril, sendo que esta sexta-feira os importantes non-farm payrolls poderão revelar uma contracção de 21 milhões de empregos, com uma taxa de desemprego que passará dos 4,4% para os 16%, a maior da historia dos EUA desde 1948. O que coloca a questão em que muitos estão a pensar, como pode o mercado estar a estes níveis? Mesmo com todos os estímulos à Economia injectados pelo governo e pelo FED, será que a retoma económica conseguirá justificar as avaliações de hoje, daqui a cerca de seis meses, que é mais ou menos o tempo que Wall Street antecipa a realidade económica?

Seja qual for o cenário nos próximos meses, para já os touros lideram a corrida, ontem com ganhos superiores a 1% nos principais índices com excepção do Dow Jones, ao passo que o U.S Dólar recuou -0.4%, o que em parte ajudou à valorização do mercado accionista e do preço do Ouro, que amealhou 2% para os $1,718.06 por onça. Já o crude WTI, recuou depois da subida vertiginosa dos últimos dias, cedendo -3% e terminando o dia nos $23.25 por barril.

O gráfico de hoje é da BRK-B, o time-frame é de 5 minutos

Os títulos da empresa de Warren Buffett encontraram ontem resistência na parte superior do canal ascendente (linhas azuis), o que levou à inversão de sentido

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.

Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco