Análises de Mercado

Tecnológicas entram em cena na earnings season

Depois de meses em “fogo”, as tecnológicas encontraram em Novembro resistência a mais valorizações à conta das vacinas contra o COVID, que deram ânimo aos sectores mais penalizados da economia tradicional, dado que traziam a promessa da normalização da actividade económica. Na mesma altura a probabilidade de Joe Biden se tornar presidente dos EUA, após ter vencido as eleições, colocou os investidores de pé atrás em relação ao sector que mais bem tem compensado os seus accionistas nos últimos anos, não através de dividendos, mas por força das valorizações colossais que ano após ano continuam a desafiar as leis da gravidade da cautela, isto porque é por demais conhecida a intenção de Biden, mas igualmente do partido Democrata, em apertar a regulação com vista a restringir o poder económico, social e político das grandes tecnológicas, contudo como das eleições não resultou num domínio completo do Congresso norte-americano pelos Democratas, o sentimento de cautela esfriou e o Nasdaq teve espaço para mais sessões de novos máximos, se bem que a convicção dos Touros não era tão avassaladora.

Mas no início do ano a onda “azul” acabou por se concretizar, com a vitória dos dois Democratas na corrida para os dois lugares do Senado, dando assim uma maioria técnica, devido ao voto de qualidade da vice-presidente Kamala Harris, num Senado com igual número de representantes dos dois partidos. Esta alteração de forças, veio causar alguma apreensão adicional no sector tecnológico, apesar do mercado não prever que Biden tente imprimir a onda de mais regulação incisiva nos próximos tempos, não só porque o mote é o da conciliação, mas também porque existirão eleições para o Congresso daqui a dois anos e dada popularidade que os grandes nomes da tecnologia detém junto dos cidadãos, tal poderá ser utilizado pelos Republicanos.

Ou seja, tudo somado os tempos de enorme euforia nas denominadas FAANGS, estão por agora suspensos e às portas de mais uma semana, onde Apple, Facebook e Microsoft irão divulgar os seus resultados os investidores estão numa posição de esperar para ver se estas empresas vão validar as suas avaliações bem acima da média do mercado. A condicionar o sentimento na primeira sessão da semana está igualmente o facto do líder da maioria do Senado (Democrata), ter indicado que o novo pacote de estímulos proposto por Biden deverá demorar ainda algumas semanas, podendo ultrapassar mesmo o mês, o que desiludiu, tendo em conta que a ideia dominante era para uma rápida aprovação dos $1,9 triliões, numa escala de dias e não de semanas.

O gráfico de hoje é do S&P500, o time-frame é de 1 hora

Um exemplo de um padrão de bandeira, quando o activo tem uma subida (linha azul da esquerda) seguida de uma fase de consolidação (linhas laranja), e depois de uma quebra do canal de consolidação que dá origem a mais uma subida (linha azul da direita) da mesma dimensão que a primeira.

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.
Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades (“AT”). As informações não contêm um registro dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.
Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.
Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco.