Análises de Mercado

Semana começa em clima de instabilidade

Com os olhos na reunião do FED que começa amanhã, os investidores estão hoje a lidar com mais um foco de instabilidade, depois das questões do Brexit, guerra comercial, abrandamento económico global, renasce agora a tensão geopolítica no Médio Oriente, com o ataque terrorista sofrido pela maior unidade de processamento de crude na Arábia Saudita, que retira cerca de 5% da produção mundial do “ouro negro”. O ataque efectuado por drones e reivindicado pela facção Houthi, ligada ao Irão, causou um choque de tal maneira que o preço do WTI crude disparou cerca de 20% logo na abertura da sessão, o ganho mais elevado de sempre, estando agora a transaccionar com uma valorização aproximada de 10% após o presidente norte-americano ter afirmado que iria disponibilizar as reservas de emergência, e dos principais produtores terem indicado que existe stock de crude em volume suficiente para compensar as perdas.

Contudo e após uma análise mais optimista dos estragos, responsáveis da Saudi Aramco já vieram esclarecer que a recuperação da produção não deverá ser tão célere como era previsto. Para além da questão de instabilidade provocada pelo facto de ser possível causar uma disrupção tão severa na produção mundial só com um ataque, começa agora o tema da responsabilização, com Trump a dizer que o acto não ficará sem resposta aos culpados e que os EUA estão preparados para intervir, enquanto que o Irão já veio negar o seu envolvimento no atentado dizendo no entanto que está pronto para uma guerra aberta.

Em Wall Street o cenário é de vermelho pouco carregado devido ao bom desempenho das energéticas, que valorizam mais de 2% no S&P500, enquanto que nos outros dez sectores apenas as imobiliárias escapam à desvalorização. No mercado cambial a volatilidade também está elevada, com ganhos para o U.S dólar, ao passo que Euro e Libra inglesa sofrem deslizes de -0.5% e -0.7%, para os $1.1013 e $1.2418 respectivamente. O Dólar canadiano também segue a subir de valor, 0,3% para os $0.7546, dada a importância que o valor do crude tem na economia do país.

O gráfico de hoje é do WTI crude, o time-frame é semanal

Com a subida de hoje e caso esta se mantenha durante a semana, o preço do activo quebra assim com robustez o canal wedge em que se encontrava, contudo é de salientar alguma cautela devido à possibilidade de ser um falso breakout

Marco Silva