Date: 08 Ago 2017

Depois de na sexta-feira os non-farm payrolls terem levantado a nuvem de incerteza e criado um clima de optimismo em Wall Street, ontem um misto de ausência de noticias negativas, aliado ao facto de ser um período de férias e de baixo volume, assim como a existência de uma estratégia de rotação de sectores, permitiram mais uma sessão positiva, com o Dow Jones e o S&P500 a registarem novos máximos históricos. Depois da boa performance do dia anterior o sector financeiro recuou ontem de forma ligeira, com as empresas retalhistas a liderarem os ganhos em antecipação de um lote de anúncios de resultados que serão conhecidos nos próximos dias, dados que vão ser muito importantes numa altura em que o sector enfrenta uma nova ameaça do peso pesado Amazon, que recentemente decidiu entrar no segmento do retalho de “mercearia” de maior valor acrescentado ao pretender adquirir a Whole Foods.

Já o sector energético ressentiu-se da queda do preço de crude e averbou um recuo de -0.86%, o maior do dia, com o WTI a cair 0,5% para os $49.31 por barril devido ao aumento da produção por parte da Líbia e aos receios sobre a incapacidade da OPEP em reduzir o excesso de oferta de crude no mercado, após a taxa de cumprimento do acordo de Novembro do ano passado ter caído para os 86%. No Forex, destaque para o Euro, que avançou 0,2%, terminando nos $1.1794 versus o U.S dólar, num dia em que foi conhecido que a produção industrial alemã em Junho caiu inesperadamente, facto que aparentemente não esmoreceu o optimismo dos investidores face à moeda única. Contudo é de realçar o facto relativamente óbvio de que o aumento substancial do valor do Euro não poderia ocorrer sem alguma disrupção na economia europeia, em particular nos exportadores, sendo que a Alemanha é o maior do grupo dos membros do Euro.
O gráfico de hoje é do LCrude o time-frame é de 6 horas

O preço do Light Crude tocou recentemente na parte superior (A) de um canal ascendente (vermelho), que teve inicio em Junho, não sendo pois surpreendente o retracement que o activo efectuou desde então e que pode levar o mesmo a testar a linha inferior do canal

Marco Silva