Date: 16 Ago 2018

Durou pouco tempo o optimismo que vigorou durante a sessão de terça-feira, isto porque tal como referi na análise de ontem a crise económica turca não se resolveu, o receio do alargamento da guerra comercial não se reduziu, e ontem a componente de resultados empresariais criou ainda mais pressão vendedora, ao invés do ocorrido no dia anterior. Com efeito apesar da Lira turca ter repetido a façanha de valorizar acentuadamente, desta feita mais 7,5% para os 5.91, o índice das moedas dos mercados emergentes não estiveram sobre as graças dos Bulls e caiu -0.6% para mínimos de ano e meio. No mercado accionista o cenário foi ainda mais bearish, o índice turco Borsa Istanbul 100 Index afundou -3.38%,enquanto que o índice accionista dos mercados emergentes cedeu -1.8%, pior que o índice geral, o MSCI All-Country World Index que recuou -1.1%, e que as praças europeias, que averbaram quedas na ordem dos -1,5%, o que levou o Stoxx 600 para um deslize de -1.36%.

Em Wall Street a sessão foi igualmente de vermelho generalizado, mas com os destinos invertidos em relação a terça-feira, visto que o índice das small caps foi o que mais perdeu valor, logo seguido das tecnológicas, com o Nasdaq a recuar -1.23%. O pior comportamento deste sector em relação à maioria deveu-se à desilusão da gigante chinesa Tencent, que registou uma queda nos seus títulos de -6.7%, depois de ter reportado o menor crescimento de receitas dos últimos três anos. Igualmente negativo foram os resultados da Macy´s, que apesar de ter registado lucros e receitas acima do previsto, o volume de receitas ficou abaixo do atingido no ano passado, desilusão que afundou em -16% o valor dos títulos da retalhista.

A procura por activos refúgio regressou ontem em força, com o U.S dólar a ser de novo um dos principais beneficiados, atingido o patamar máximo de 13 meses após um ganho de 0,2%, ainda assim inferior à subida de 0.4% do Yen para os 110.68.

O gráfico de hoje é do índice do USD/TRY, o time-frame é Semanal

Poderia parecer difícil no final da semana passada, contudo este par de moedas poderá vir a testar a linha de suporte (azul superior) que referi anteriormente, mais cedo que tarde.

Marco Silva