Análises de Mercado

Pandemia mantém os Touros à cautela

Wall Street navega hoje sob um mar de vermelho, contudo existem algumas ilhas nesse oceano de pressão vendedora, nomeadamente no sector tecnológico que continua a desafiar a tendência generalizada e a registar novos máximos históricos. O sentimento negativo nos índices norte-americanos advém da crescente e recorrente onda de novos casos de infectados com COVID-19 nos EUA, bem como do número de fatalidades devido ao vírus, o que está a fomentar uma aversão ao risco, tendo em conta a probabilidade cada vez maior de haver novas fases de quarentena, embora talvez não de forma global. A Flórida por exemplo, reportou hoje um máximo de 120 mortes num só dia, enquanto que na Califórnia foram identificados mais 11,694 casos em 24 horas.

Este ressurgimento da pandemia na maior economia do mundo, que leva já 3 milhões de infectados, cerca de 25% do total global, assim como os maus resultados apresentados pela Walgreens Boots Alliance, que fizeram precipitar os seus títulos para uma queda superior a -8%, pressionaram a que os investidores estejam agora muito mais seletivos na hora de colocar capital no mercado, preferido antes uma rotação de capital, com especial destaque para os sector energético e financeiro que desvalorizam -3,82% e -2,25%, liderando a tabela das perdas, ao passo que as tecnológicas e as retalhistas de produtos não essenciais conseguem fugir ao vermelho, ainda que por uma unha negra.

No mercado cambial o U.S dólar avança com um ganho de 0.2%, após os dados do desemprego terem saído ligeiramente melhor que o previsto, com mais 1.31 milhões de pedidos de subsídio de desemprego, menos que os 1,43 milhões do mês passado. A força da moeda norte-americana empurra o Euro para uma queda de -0,3%, cotando nos $1.1291 e o Ouro para um deslize de -0,5%, transacionando nos $1,800 por onça.

O gráfico de hoje é do EUR/USD, o time-frame é de 4 horas

O principal par de moedas está agora a corrigir depois de ter quebrado em alta a linha superior do canal lateral, terá sido um movimento habitual de falso breakout?

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.

Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco