Análises de Mercado

Optimismo presente em Wall Street, mas não consistente

A sessão de terça-feira começou no seguimento do final da anterior, com os investidores a fundamentarem as suas decisões na melhoria da actividade económica a nível global, derivada da abertura gradual depois de algumas semanas de quarentena que pararam mais de meio mundo, onde a sector da aviação foi claramente um barómetro, com mais de 60% da frota total em terra, enquanto nos EUA por exemplo o movimento de passageiros das linhas aéreas chegou a cair mais de 90%. Um dos pontos de pessimismo adveio das declarações do Vice-Presidente do FED, Richard Clarida, que à CNBC referiu mais que certa uma forte contracção económica nos EUA no segundo trimestre, indicando no entanto a possibilidade da recuperação começar logo no terceiro trimestre.

Esta visão de Clarida vergou os índices norte-americanos no final da sessão, altura em que o S&P500 perdeu cerca de 30 pontos, até porque ele também referiu que a maior economia do mundo vai precisar de mais apoio do Estado, o que implica mais deficit e menor capacidade de recuperação só pelo menor grau de restrições impostas. Se este risco não fosse suficiente, a condenação, de novo, que Trump fez à China sobre a sua responsabilidade na pandemia agravou o sentimento de que a prazo o tema da guerra comercial poderá vir ao de cima, até porque é intenção do Presidente dos EUA a reorganização do comércio global, nomeadamente em retirar à China a preponderância que tinha e que tem.

Tudo somado e não obstante Wall Street ter terminado com ganhos, o dia foi de incerteza, hoje para já o optimismo regressou depois de uma madrugada de menor entusiasmo por parte dos Touros, contudo é de notar que o sentimento está instável e a sessão de quarta-feira poderá pender para qualquer dos lados, consoante por exemplo saia alguma notícia relevante, como um avanço de uma empresa no desenvolvimento de um tratamento ou vacina para o COVID, ou em sentido inverso, um agravamento da situação económica a referir por um qualquer agente de mercado com credibilidade no mercado.

O gráfico de hoje é do S&P500, o time-frame é de 15 minutos

Dois duplos topos claramente identificáveis (linhas azuis), com as divergências no stochastic a validarem os padrões de short.

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.

Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco