Date: 14 Abr 2020

Na CNBC, logo após o fecho da sessão de segunda-feira um apanhado das previsões de alguns dos principais bancos de investimento norte-americanos revelou algo muito interessante, todos indicaram que o pior já tinha passado, que os mínimos já tinham sido atingidos e até que novos máximos poderão estar a alguns meses de serem registados, isto depois da queda de 30% mais rápida da história do mercado nos EUA, ao que se seguiu uma recuperação que superou os 20% após os mínimos, o que no entanto deixa os índices ainda muito distantes dos valores de finais de Fevereiro.

E esta noção de que a parte mais negra ficou para trás é complementada por um ruído crescente de que a actividade económica poderá regressar em breve, não na sua plenitude mas com maior intensidade do que a paragem actual e quase total em muitos sectores. Curioso no entanto o facto de em vésperas de mais uma earning season o terreno estar a ser preparado para não haver grandes expectativas para os próximos dois anos, pelo menos é essa a cautela que está a ser transmitida por boa parte das empresas, muito provavelmente para depois se entrar no ciclo já bem conhecido de apontar por baixo para bater por cima e com isso puxar pelo valor dos títulos.

Veremos o que nos dirá o mercado nas próximas semanas, contudo é ainda muito cedo para se poder dizer com algum grau de fiabilidade que o pior já passou, seja em Wall Street ou na crise da pandemia de COVID-19, pelo que a cautela é por agora a melhor conselheira no que a posições longas diz respeito, de realçar no entanto que a volatilidade caiu acentuadamente e já não temos oscilações como as de há duas semanas.

O gráfico de hoje é do S&P500, o time-frame é Diário

O principal índice pode hoje tocar na média móvel dos 50 períodos, uma zona de provável resistência às subidas.

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades PLC (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.

Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco