Análises de Mercado

Market analysis ActivTrades website for approval

Depois do Nasdaq ter atingido novos máximos históricos e do S&P500 ter anulado as perdas derivadas da crise de COVID, o sentimento na sessão de segunda-feira alterou-se drasticamente a meio da hora de almoço em Wall Street, com o receio sobre a possibilidade de uma nova onda de quarentas a esfriar o optimismo que tinha dominado até essa altura. No final do dia só o Dow Jones conseguiu fugir ao vermelho sendo que o índice tecnológico sofreu um rombo acentuado no seu brilho, perdendo cerca de 500 pontos desde o valor mais elevado e 200 pontos em relação ao fecho de sexta-feira, demonstrando assim maior fraqueza relativa com os outros índices.

Pressão vendedora acrescida que se mantém hoje e que revela menor apetência por activos de risco que mais valorizaram nas últimas semanas, um movimento que já tem ocorrido aqui e acolá recentemente, uma espécie de consolidação entre os sectores, com alguma rotação de capital das grandes empresas tecnológicas para alguns activos refúgio, nomeadamente no campo industrial, o que está a permitir ao Dow Jones ser hoje de novo o que mais força tem, amealhando um ganho superior a 0,8%, num dia em que os resultados do J.P Morgan dominam o ruído, com o colosso financeiro a bater as previsões, tanto nas receitas como nos lucros por acção.

Um optimismo que o mercado recebeu com alguma cautela numa fase inicial, visto que o CEO do J.P. Morgan, o conhecido Jamie Dimon, não deixou de instar precaução devido à enorme incerteza que ainda existe sobre os desenvolvimentos nos próximos meses da pandemia de COVID, nomeadamente na sua propagação nos EUA e as medidas que poderão ser tomadas para a travar. Nos restantes mercados o U.S dólar recua -0.2% dando espaço a que a moeda única ganhe 0.5% para os $1.14, o valor mais elevado dos últimos quatro meses, não sendo para já visível procura por activos refúgio, como o Yen que segue inalterado, ou o Ouro que sobe apenas 0.3% para os $1,807 por onça.

O gráfico de hoje é do EUR/USD, o time-frame é de 4 horas

Depois de um primeiro falso “breakout” o principal par de moedas quebrou o canal em alta e efectuou um teste a essa linha de quebra, que aguentou, lançando as bases para a subida recente.

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.

Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco