Date: 18 Out 2018

Depois da melhor sessão em quase sete meses os Bulls travaram ontem a fundo o optimismo que se tinha gerado com a earnings season, devido a um misto de consolidação, dados económicos pouco animadores e minutas do FED que dominaram o andamento de Wall Street. A inabilidade dos Bulls em conseguirem cavalgar nos bons resultados da Netflix por causa dos resultados da IBM, foi em si um sinal de alerta, que é de si também um sinal que o Bull market não está como há um ano, em que qualquer notícia não má, dava logo fundamento para ganhos continuados, não obstante as inúmeras incertezas presentes. A queda de -5,3% no número de novas casas em construção nos EUA no mês de Setembro provocou desde logo um rombo importante no sentimento, com as empresas de construção e do sector dos materiais a ressentirem-se do arrefecimento do negócio, o que empurrou o sector para a maior queda do dia no S&P500 com um deslize de -0.83%.

Nos índices o Dow Jones averbou a maior perda com um recuo de -0.36% devido às desvalorizações da IBM e da Home Depot, que remataram para longe o optimismo criado com a valorização da Goldman Sachs após divulgar resultados acima das previsões no dia anterior. Com o mercado perto da linha de inalterado a saída das minutas relativas a última reunião do FED injectou volatilidade no sentimento, isto porque dela saiu a informação de que os membros do Board discutiram a possibilidade de a prazo subirem a taxa de juro acima do valor considerado neutral, que são os 3%, para além de todos concordarem com a necessidade do banco central norte-americano continuar a subir os juros de forma gradual, ou seja foi uma mensagem bem hawkish, que beneficiou as financeiras com a maior valorização do dia no S&P500, enquanto que no Forex o U.S dólar demonstrou robustez ao amealhar 0,5% contra um cabaz de outras moedas principais, empurrando o Euro para uma queda de -0.6%, terminando nos $1.1504, ao passo que o Yen esteve ligeiramente menos fraco e registou uma perda de -0.3% para os 112.57.

O gráfico de hoje é do USD/JPY, o time-frame é Mensal

Este par de moedas quebrou em alta o canal wedge em que se encontrava, o que é um sinal bullish, contudo é de esperar um retest dessa mesma linha de quebra

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades PLC (“AT”). As informações não contêm um registro dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma negociação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade dessas informações. Qualquer material fornecido, não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável do desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução. Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por conta própria e risco.