Análises de Mercado

Guerra comercial e Brexit dominam as atenções

Existem sempre fases de mercado em que é notório que o sentimento dos investidores divide-se de forma a que não seja possível os índices encetarem um movimento consistente, geralmente tal situação dá lugar à lateralização do andamento de Wall Street, sendo que pode ocorrer tanto em topos, fundos ou meras correcções antes de novos impulsos sejam eles ascendentes ou descendentes, sendo certo que habitualmente a descer o pânico dá uma ajudinha e o trajecto é mais rápido, existem pois zonas de consolidação, mas que duram menos tempo. Na quinta-feira foi mais uma sessão em que a convicção não foi o ponto principal, na prática nos últimos três dias registou-se uma queda mais acentuada e duas subidas que anularam essa queda, ou seja, ficou quase tudo na mesma, o que tem lógica visto que pouco ou nada se passou ao nível económico ou da guerra comercial.

Ao nível dos índices do S&P500 apenas as utilities cederam algum terreno, com as energéticas e as financeiras a registarem uma subida superior a 1%, batendo assim os restantes na corrida das melhores performances. Na Europa o destaque vai para a possibilidade de se alcançar uma solução para o backstop no processo Brexit, após Boris Johnson e o primeiro ministro irlandês terem afirmado que “vêem um caminho para o acordo”. A notícia deu força à Libra inglesa que recuperou dos $1,22 até aos $1,243, enquanto que no mercado accionista o Footsie acabou com um ganho marginal de 0,28%, numa sessão em que o Stoxx600 amealhou 0,65% de valor.

Nas moedas o dia foi de fraqueza para o U.S dólar, que recuou -0.4% contra um cabaz de outras moedas principais, dando espaço à valorização de 0.3% no Euro para os $1.1006, enquanto que o Yen cedeu -0.4% terminando nos 107.95, devido à redução de activos refúgio no portefólio dos investidores.

O gráfico de hoje é do GBPUSD, o time-frame é Diário

Agora que o activo recuperou o canal ascendente de onde tinha saído há uns dias, será importante aferir como se irá comportar caso atinja a linha laranja, que é uma zona de resistência

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.
Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades PLC (“AT”). As informações não contêm um registro dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.
Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.
Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco.