Date: 29 Ago 2017

Sem grandes motivos de ordem económica, politica ou de resultados, os investidores concentraram-se ontem no impacto que o furacão Harvey, o mais forte a atingir a costa sul dos EUA em cerca de meio século, poderá ter na economia do país, nomeadamente na disrupção do nicho de produção de produtos energéticos, numa das mais importantes zonas de exploração. No imediato cerca de 10 refinarias da zona do Texas encerraram, o que provocou não apenas a subida do preço da Gasolina, que chegou a valorizar quase 7% durante a sessão, aliviando parte dos ganhos até ao final do dia para os $1.7101 por galão de combustível, mas também ajudou os concorrentes que operam longe da zona afectada, que beneficiaram de alguma pressão compradora extra. Igualmente e tal como referi a semana passada como provável, o valor do crude foi negativamente afectado e cedeu -2,5% para os $46.69 por barril, devido à menor procura pela matéria-prima, uma vez que parte da procura está por agora suspensa.

O outro “furacão” do dia chegou já depois do mercado fechar, mas teve efeitos instantâneos, refiro-me ao lançamento de vários mísseis por parte da Coreia do Norte, sendo que um deles atravessou espaço aéreo japonês, o que motivou declarações do primeiro ministro nipónico no sentido de qualificar o sucedido como sem precedentes, sério e ameaça significativa. Já os investidores reagiram com uma fuga para activos refúgio, incluindo para o próprio Yen, ao mesmo tempo que castigaram os activos accionistas, empurrando os principais indices asiáticos para o vermelho, assim como os futuros de Wall Street, com o Dow Jones a ceder cerca de 100 pontos logo após a divulgação da notícia. Para hoje este poderá ser o principal factor motivador do sentimento, não apenas no mercado accionista, mas também no Forex, dependendo das reacções politicas que se irão seguir, assim deverão reagir os investidores, como por exemplo, bastará um tweet com retórica agressiva de Trump para o pessimismo se alastrar.
O gráfico de hoje é do Ouro, o time-frame é diário

Após um retracement ligeiro aquando do teste à linha superior do canal descendente (A), o metal precioso encontra-se em zona de breakout, com a linha quebrada a servir agora de suporte ao invés de resistência.

Marco Silva