Date: 11 Out 2018

A procura por activos refúgio que teve início após a subida acentuada dos juros das obrigações norte-americanas na semana passada, depois de bons dados económicos e de declarações hawkish do presidente do FED, foram ontem justificadas com a queda fora do comum de Wall Street, tendo em conta o movimento deste ano, com o sector tecnológico de novo a dominar as atenções dos Bears, não apenas no índice Nasdaq, que averbou a maior queda do dia com um recuo de -4.08%, mas também no S&P500, onde o sector deslizou -4.77% para o pior desempenho dos últimos 7 anos, em boa parte devido à desvalorização da Apple, a empresa mais valiosa do mundo perdeu -4.63% sendo o principal catalisador para o registo final dos três principais índices norte-americanos.

O vermelho carregado e transversal da sessão de ontem deveu-se ao conjunto de factores que condicionaram os dias anteriores, os juros das obrigações do tesouro norte-americano e principalmente as consequências da guerra comercial entre os EUA e a China, com a Fastenal, empresa do sector da distribuição de produtos industriais e de construção, a indicar que os lucros poderão diminuir devido ao aumento dos custos com os materiais. O sector dos produtos de luxo também esteve sob forte pressão vendedora após a LVMH ter referido que a China tornou mais restritivas as políticas alfandegárias devido à tensão comercial existente. De realçar o elevado volume verificado ontem com quase 10 biliões de transacções, bem acima da média de 7,4 biliões dos últimos 20 dias de trading. Destaque para a queda de -3.59% das energéticas no sentido do recuo de -2.8% no preço do WTI crude para os $72.89 por barril, não obstante os fortes constrangimentos na produção de crude nos EUA devido ao Furação Michael, o terceiro mais forte da história dos EUA.

No Forex foi com naturalidade que o Yen registou a quinta sessão consecutiva de ganhos, ontem mais 0,4% para os 112.5, enquanto que o U.S dólar aparenta ter deixado as graças dos que procuram activos refúgio terminando ontem praticamente inalterado. De novo em alta esteve a Libra inglesa que ontem igualou a performance do Yen para os $1.3143.

O gráfico de hoje é do S&P500, o time-frame é Diário

O principal índice mundial quebrou ontem violentamente a linha inferior do canal ascendente em que se encontrava, pelo que é provável que essa mesma linha de quebra venha a ser testada em breve

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades PLC (“AT”). As informações não contêm um registro dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma negociação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade dessas informações. Qualquer material fornecido, não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável do desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução. Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por conta própria e risco.