Análises de Mercado

FED lança balde de água fria em Wall Street

A sessão de sexta-feira começou com os investidores cheios de vontade em empurrar os índices norte-americanos para perto de novos máximos históricos, contudo e curiosamente, num movimento que foi quase o inverso do registado no ínicio da semana, o sentimento degradou-se gradualmente ao longo do dia sendo que à entrada para a hora local de almoço já Wall Street navegava no vermelho, num nível muito similar ao de final de dia. Se era expectável que a sessão fosse mexida, devido ao facto de haver um “quadruple witching” ou o terminar de quatro tipos de instrumentos financeiros que leva geralmente a volatilidade extraordinária, o mais relevante a reter foi o aumento do ruído sobre a incerteza quanto ao caminho de recuperação da economia norte-americana.

Preocupação que foi expressa na sexta-feira por mais dois membros do FED, uns dias após o Presidente do Banco Central ter indicado claramente que a recuperação da economia e do mercado de trabalho para os níveis de pré-crise deverá demorar um tempo prolongado, contrariando a ideia de um movimento em V, como se falou após os números dos non-farm payrolls deste mês terem batido as previsões. Eric Rosengren, Presidente do FED de Boston, reiterou a sua opinião de o desemprego irá estar acima dos 10% até final de 2020, alertando que a falta de contenção da pandemia poderá levar à necessidade de quarentenas mais prolongadas o que afetará o investimento e o consumo.

Rosenberg referiu igualmente que é provável que a maior economia do mundo vá precisar de mais estímulos fiscais e monetários, enquanto que o Presidente do FED de Minneapolis, Neel Kashkari, reforçou a necessidade de conter a pandemia rapidamente, caso contrário a recuperação registada na criação de empregos poderá ser revertida em breve, esperando ele um movimento de regresso à normalidade económica mais lento do que o anteriormente previsto.

Esta semana destaque para o reconfiguração dos índices Russell, que têm aproximadamente $15 biliões de capital indexados à escala global, sendo $9 biliões em índices norte-americanos. Uma operação que ocorrerá no final da sessão de sexta-feira e que é geralmente um dos dias com maior volume do ano, afectando igualmente a volatilidade dos dias que a antecedem.

O gráfico de hoje é do EUR/USD, o time-frame é Semanal

O principal par de moedas enfrentou resistência na linha superior do canal wedge (linhas azuis) e caso quebre em baixa a barra verde de há três semanas isso será um sinal bearish de curto-prazo.

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.

Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco