Date: 14 Fev 2019

Com os investidores ainda enfeitiçados com a esperança de uma resolução dos impasses na aprovação de um orçamento para o governo federal norte-americano, evitando assim um novo shutdown, e do impasse existente na guerra comercial entre as principais economias, o sentimento positivo foi ontem reforçado com os dados da inflação que saíram nos EUA, bem como de algumas declarações sobre as negociações a decorrer na China, com vista a tentar chegar a um consenso mínimo para pelo menos justificar um adiamento da data limite para a entrada de mais tarifas alfandegárias a 1 de Março, que já foi assumido como possível por Trump, sendo que Steven Mnuchin, secretário de Estado do Tesouro, qualificou com um, “por enquanto tudo bem” as conversações decorridas em Pequim.

 

Excluindo os preços da comida e energia, o chamado Core Consumer Price index subiu 0,2% em Janeiro para um agregado de 2,2% anual, mantendo assim a inflação perto do nível perseguido pelo FED de 2%, o que alicerçou a ideia de que o banco central norte-americano tem o caminho livre para se manter à margem de mais aumentos nos juros nos próximos tempos. Opinião que não foi partilhada por todos os intervenientes, nomeadamente pelo Forex, que não obstante o cenário potencialmente mais dovish deu suporte ao U.S dólar para um ganho de 0,5%, sendo certo que a moeda norte-americano também beneficiou da fraqueza no Euro e na Libra inglesa, com perdas de -0.5% e -0.3%, devido aos dados pouco animadores que saíram sobre a performance económica da Zona Euro e do Reino Unido.

 

O optimismo foi generalizado e só mesmo os sectores das utilities e dos serviços de comunicações é que não averbaram ganhos, com este último a ser condicionado negativamente pela queda nos títulos da Netflix na parte final da sessão, depois de uma notícia que deu conta do interesse da Apple em lançar um novo serviço de video, onde a Netflix não fará para já parte.

 

Hoje será dia de bastantes mais dados económicos da Zona Euro e dos EUA, pelo que o movimento dos mercados poderá resultar da qualidade dos mesmos.

 

 

O gráfico de hoje é do S&P500, o time-frame é Semanal

O principal índice accionista mundial está numa fase pivotal podendo fechar a semana acima da linha de tendência que quebrou em meados de Dezembro

 

Marco Silva

 

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades PLC (“AT”). As informações não contêm um registro dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma negociação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade dessas informações. Qualquer material fornecido, não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável do desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução. Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por conta própria e risco.