Date: 06 Set 2017

Sem dados relevantes de ordem económica, política ou empresarial, os investidores estiveram condicionados pela tensão geopolítica existente na peninsula coreana e que foi agravada no fim de semana, com mais um teste nuclear efectuado pela Coreia do Norte, desta feita o mais potente de sempre. Para além das condenações do sucedido por parte da comunidade internacional, ontem o presidente norte-americano anunciou um reforço da venda de material bélico à Coreia do Sul, o que apenas reforça o sentimento de que a situação se poderá complicar ainda mais antes de melhorar, até porque do outro lado as indicações de um abrandar do ímpeto militarista não existem, pelo contrário, o sentimento no mercado até se agravou com rumores de que estaria já previsto mais um teste para os próximos dias.

A fuga para as linhas laterais e a aposta em activos refúgio foi agravada pela tempestade Irma, de categoria 5, que se aproxima da zona fustigada pelo seu antecessor, o furacão Harvey. Em consequência dessa conjugação de factores o Yen valorizou 0,8% para os 108.87 por Dólar, o valor mais elevado dos últimos 4 meses, enquanto que o Ouro amealhou mais 0,4% para o valor mais alto do último ano, nos $1,338.97 por onça. Em Wall Street as utilities, sector mais defensivo e a energia, esta última na onda da subida de 2,7% no preço do WTI para os $48,57 por barril, foram os que melhor aguentaram a pressão vendedora e terminaram positivos, numa sessão que oscilou entre os -0,76% no S&P500 e os -1,07% no Dow Jones, com a United Technologies Corporation a ser a principal responsável pelo desempenho mais fraco, depois de ter anunciado a intenção de adquirir a Rockwell Collins por $22,75 biliões, o que provocou um rombo de quase 6% nos títulos da adquirente.

Para os próximos dias continuo a aconselhar cautela, até porque para além da instabilidade geopolítica, na quinta feira Mario Draghi irá falar, podendo vir a referir-se ao destino do programa de estímulos, enquanto que se deverão intensificar os comentários politicos nos EUA, relativos ao tecto da dívida e à lei de reforma fiscal.

 

O gráfico de hoje é do USDJPY, o time-frame é Semanal

Este par de moedas merece atenção redobrada pois poderá ocorrer uma movimentação brusca que empurre o activo para a linha inferior do canal wedge (linha verde)

Marco Silva