Análises de Mercado

A única certeza é a incerteza em Wall Street

Não é certamente surpreendente a forma como a sessão de sexta-feira está a decorrer, a volatilidade e a incerteza continuam de mãos dadas sendo praticamente impossível prever qual o desfecho final dos índices norte-americanos, não apenas devido às incógnitas presentes sobre as questões económicas e empresariais, mas porque o sentimento do mercado está demasiado susceptível a qualquer notícia que saia sobre o impacto da epidemia de coronavírus, como a decisão do Governador de Nova Iorque em restringir a 100% todo o trabalho não essencial, ou seja tudo o que não seja sectores na linha da frente do combate ou de retalho de bens essenciais.

O anúncio foi o suficiente para Wall Street regressar ao vermelho depois de uma breve passagem por esse território logo após a abertura, colocando em risco a possibilidade do S&P500 conseguir valorizar em dois dias consecutivos, o que já não sucede há 6 semanas, tal tem sido a força da pressão vendedora e a instabilidade no sentimento. Tal como na sessão de ontem as tecnológicas continuam a demonstrar alguma força relativa com o Nasdaq a ceder menos terreno que os demais, enquanto que nos sectores do S&P500 denota-se uma procura selectiva por activos refúgio, que está a beneficiar as retalhistas de produtos essenciais e as imobiliárias, deixando de parte as utilities que são mesmo um dos grupos com pior desempenho.

Destaque para as energéticas que para já conseguem manter um ganho marginal em linha com a ligeira valorização do preço do petróleo que no Brent segue a valer $28,60 por barril, um pouco acima dos $25,6 que vale o WTI, depois deste último ter atingido o nível dos $20 na quarta-feira. A sessão deverá manter-se volátil até porque poucos irão ter apetência por manter risco extra em vésperas de fim de semana.

O gráfico de hoje é da Adobe, o time-frame é de 5 minutos

Uma situação típica de quebra de canal, quando após um movimentos e subida, o activo começa a fazer um movimento de “escadinha” (seta laranja) que ameaça partir o canal, até que parte mesmo

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades PLC (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.

Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco