Date: 28 Mai 2020

Outro slogan muito conhecido nos mercados é o “buy the dips”, vulgarmente empregue nos períodos de bull market e que sugere aos investidores aproveitarem a fraqueza temporária dos activos para a compra de posições, tendo como subjacente a percepção de que o mercado irá voltar a subir depressa e com bastante ímpeto. Estratégia que na última década tem-se revelado praticamente imbatível e que não obstante a brutal crise económica, derivada da pandemia de COVID, se mantém, fruto como já referi da injecção absolutamente estratosférica de liquidez no mercado, seja principalmente pelos bancos centrais, mas também pelos gastos anunciados pelas principais economias do mundo.

Na sessão de quarta-feira, que até estava com indícios de querer entrar por território de correcção rapidamente tal propósito foi ultrapassado e o movimento até perto das 14h, hora de Nova Iorque, foi de subida gradual, certo que não muito entusiasta, mas ainda assim um ganho que empurrou o S&P500 bem acima do nível dos 3,000 pontos. Curioso que a disparidade entre big caps e small caps regressou, com o Russel 2000, claramente mais fraco, registando mesmo uma perda de quase -0.5%, ou seja o optimismo centrou-se de novo nas grandes empresas, que têm sido as mais beneficiadas pela confiança do mercado em que sejam o grupo que melhor pode aguentar os meses críticos da crise.

De notar que apesar do dia positivo o refúgio está a ter uma procura bastante pronunciada, especialmente no mercado accionista, onde as utilities ganham mais de 3%, ao passo que as retalhistas de produtos essenciais e imobiliárias valorizam cerca de 1%. No mercado cambial o Yen navega praticamente no mesmo valor enquanto que nas matérias-primas o Ouro amealha 0,6% para os $1,738 por onça.

O gráfico de hoje é do Nasdaq, o time-frame é de 1 hora

O índice tecnológico esta dentro de um padrão de Head&Shoulders invertido que o poderá levar até aos 9650 pontos

Marco Silva

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.

Consequentemente, qualquer pessoa que atue na informação fornecida o faz por sua conta e risco