Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um alto risco de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 85% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negociam CFDs com este provedor. Você deve considerar se entende como os CFDs funcionam e se você pode correr o risco de perder seu dinheiro. Esta página não é destinada ao público em geral – somente clientes da ActivTrades.

Trimestre abre com touros à carga

Trimestre abre com touros à carga

Depois do pior Setembro dos últimos vinte anos, Wall Street viveu na segunda-feira um dia de forte rebound, com o inicio do quarto trimestre a marcar um alívio que permitiu aos índices norte-americanos a melhor sessão desde Julho, mantendo assim a volatilidade em alta na semana dos importantes non-farm payrolls e já bem perto da earnings season, que será fulcral para os investidores perceberem qual a percepção da empresas sobre a eventualidade de uma recessão, assim como do impacto da inflação nos seus negócios, nomeadamente na fase crucial do ano que se aproxima, onde o sector do retalho costuma ter o seu ponto alto.

 

Com efeito, a época natalícia que se aproxima será a prova dos nove sobre a realidade de uma recessão já estar em vigor ou se este periodo fértil em consumo irá escapar à contenção de gastos, uma vez que a diminuição do poder de compra é óbvia, mas mais importante as perspectivas económicas estão carregadas de incertezas, com destaque para a Europa, que tem vindo a preparar os seus cidadãos para um inverno muito difícil, devido ao preço e à provável escassez de gás natural que irá obrigar a medidas de racionamento do consumo, por exemplo no sector industrial, já a braços com uma significativa diminuição da produção por esse motivo.

 

Acresce que a subida dos juros dificilmente terminará no curto-prazo, mesmo com as perspectivas de uma contracção económica, daí que não seja expectável que o mercado possa já ter feito um fundo no ano, mas estar no caminho de mais um rebound técnico após as fortes quedas das últimas semanas. De realçar a reacção em alta do Ouro na sessão de ontem, mais expressiva que a valorização do EUR/USD, depois de serem conhecidos os dados do ISM nos EUA que revelaram abrandamento da actividade económica, resta saber se a procura pelo metal precioso foi no sentido de deter activo refúgio mesmo em dia de apetência pelo risco, perante uma economia a recuar, ou se pela perspectiva que o FED poderá não ser tão agressivo no curto-prazo.

 

 

O gráfico de hoje é do EUR/USD, o time-frame é Diário

O principal par de moedas garantiu a mediana do canal descendente, ficando agora a linha superior como zona de provável resistência.

 

Marco Silva

 

A informação fornecida não constitui pesquisa de investimento. O material não foi preparado de acordo com os requisitos legais destinados a promover a independência da pesquisa de investimento e, como tal, deve ser considerado uma comunicação de marketing.

Todas as informações foram preparadas pela ActivTrades PLC (“AT”). As informações não contêm um registo dos preços da AT, nem uma oferta ou solicitação de uma transação em qualquer instrumento financeiro. Nenhuma representação ou garantia é dada quanto à exatidão ou integridade desta informação.

Qualquer material fornecido não tem em conta o objetivo de investimento específico e a situação financeira de qualquer pessoa que possa recebê-lo. O desempenho passado não é um indicador confiável de desempenho futuro. AT fornece um serviço somente de execução.